Chave mistica

segunda-feira, 11 de março de 2013

Conclave pelo Tarot



Para este artigo decidi criar uma tiragem de 7 cartas, com questões sobre o conclave. As informações que achei pertinentes são: O ambiente do conclave; As questões mais importantes discutidas no conclave; Influências na escolha; Consenso dos cardeais; Considerações e ambições do novo Papa; A imagem pública do novo Papa e, por fim, o trabalho e o impacto na igreja católica do novo Papa.

O Conclave não terá um ambiente muito saudável, existirão alguns braços de ferro, teimosias e até tentativas de controlo e de uso de poder entre os Cardeais (Imperador Invertido). Esta carta também pode significar fragilidades que poderão ser mascaradas em forma de poder, tentando corromper e manipular as discussões.
As questões mais importantes a serem debatidas será o equilíbrio da própria instituição e o exercer da justiça sobre os assuntos quentes vindos a público recentemente, existindo necessidade de julgar e tomar decisões que mantenham a reputação, a dignidade da instituição. (Justiça).
O que pesará mais na escolha do Papa é o factor vitalidade e carisma. Alguém que seja capaz de lidar com o lado público da instituição e consiga desempenhar o papel de líder carismático da instituição com sucesso e que tenha a força e consciência necessária para liderar neste momento. (O Sol).
O consenso na escolha não parece difícil de obter uma vez que a escolha já estará mais ou menos feita ou "alinhavada", o que não apresentará grandes dilemas ou consubstanciar-se numa escolha e votação complicada (Carta Morte Invertida).
Curiosamente as considerações a ter em conta é a imagem do próprio Papa, que terá de desempenhar as suas funções com sabedoria, uma pessoa consciente das adversidades e que seja idónea na sua imagem, tradicional mas bom conselheiro. Outra consideração a ter em conta é o conhecimento profundo do estado presente da instituição (O Papa).
A imagem pública do novo Papa vai ser mais espiritual, mais carismática, mais amiga e mais sensível e que espelham os valores espirituais da instituição, talvez mais próximo do Papa João Paulo II (O Enforcado).
O Novo Papa vai ter um impacto de força, de controlo das forças adversas à instituição e resolver alguns conflitos com inteligência. Pode-se esperar do novo Papa, alguém com o poder e força de controlo na instituição e alguém com a capacidade de gerir com inteligência e sabedoria as polémicas da instituição. Esse poder ou essa força não irá ser visível publicamente porque a face do arcano, em momento algum, representa esforço ou sofrimento e temos o Enforcado que ilude e passa para o público o carisma espiritual de guru.
Resumindo um pouco, acho que a igreja procura um sucessor mais ao estilo do Papa João Paulo II do que o anterior e que, ao mesmo tempo, tenha capacidade de liderança e força capazes de resolver as questões fracturantes dentro da igreja e ao mesmo tempo conseguir uma melhor imagem perante os fiéis e seguidores da Igreja.

Fábio
Equipa Chave Mística

www.chavemistica.com

Sem comentários:

Enviar um comentário